Ir para o conteúdo

5 dicas importantes para superar a perda de um ente querido

Das certezas que temos na vida, uma delas certamente é que a morte é algo inevitável afinal, mais cedo ou mais tarde todos nós partiremos, mas trazer a luz essa informação infelizmente não faz com que consigamos agir diante de uma perda como “algo natural”, ainda mais quando se trata de um ente querido. Para essas circunstancias jamais estaremos preparados.

Assim como a morte é inevitável, a dor decorrente da perda de alguém que amamos também é. Muitas pessoas, por não saberem como lidar com o sentimento de perda, tristeza, angústia e vazio, acabam desenvolvendo até mesmo depressão quando a pessoa se sente incapaz de aceitar a perda de um ente querido e não consegue vislumbrar uma realidade sem a pessoa.

A verdade é que não existe uma “fórmula mágica” e nem “receita” para lidar mais facilmente com a perda de alguém que amamos, mas existem formas de aos poucos amenizarmos esta profunda dor e sentimento de “vazio”.

EVITE SE ISOLAR

Muitas vezes o “ficar sozinho” pode parecer a “melhor opção”, mas saiba que é extremamente importante a companhia de amigos e familiares nesse momento de luto, pois neste momento que você receber o amor e o conforto de quem te quer bem.

CHORAR FAZ BEM

É muito importante colocar para fora tudo que está sentindo, principalmente através do choro, que muitas vezes fica reprimido, mas serve como uma verdadeira “válvula de escape” para aliviar a tensão e a dor, só não faça do choro um hábito.

SE DÊ “UM TEMPO”

Muitas vezes o ente querido fazia parte de sua vida diariamente e olhar para um lugar ou situação em que essa pessoa costumava compartilhar com você, é uma situação extremamente dolorosa e delicada de lidar, mas que precisa ser enfrentada. Seja paciente consigo mesmo, se dê o tempo necessário para retomar sua nova rotina. Se preciso for, dedique-se mais ao trabalho, ou dependendo do caso, se possível for, reduza sua jornada de trabalho.

PROCURE AJUDA PROFISSIONAL

Em certos casos, quando a angústia é muito profunda e a pessoa não vê expectativa de melhora, mesmo com o decorrer dos dias perdendo até mesmo o gosto pela vida, é necessário a intervenção e a ajuda de um profissional da área de saúde, tal como um psicólogo ou mesmo um terapeuta. Esses profissionais poderão auxiliá-lo a lidar melhor com a perda, trazendo  ajuda necessária para superar esse momento traumático.

NÃO SE CULPE POR VOLTAR A SORRIR

Passar pela dor de um luto não quer dizer que nunca mais você terá o direito de sorrir. A vida continua e é necessário o recomeço. Aos poucos a pessoa vai retomando a rotina e, naturalmente, momentos de alegria farão parte deste recomeço. Não se sinta culpado por achar que a sua alegria pode ser um “insulto” a memória de quem partiu.

 

 

Role para cima